top of page

ANÁLISES DAS PRÁTICAS DE ATENDIMENTO EM SAÚDE EM UMA REGIÃO DE FRONTEIRA: O Papel da Coletividade...


744_maria_rcmos
.pdf
Download PDF • 244KB
certificado_744_maria
.pdf
Download PDF • 972KB

Ano III, v.3, ed. 2, set./ dez. 2023. DOI: 10.51473/ed.al.v3i2.744 | submissão: 09/10/2023 | aceito: 10/10/2023 | publicação: 11/10/2023


ANÁLISES DAS PRÁTICAS DE ATENDIMENTO EM SAÚDE EM UMA REGIÃO DE FRONTEIRA: O Papel da Coletividade no Processo Saúde-Doença


Maria da Soledade Fernandes Souza


RESUMO

A saúde coletiva desempenha um papel fundamental na promoção do bem-estar das comunidades e na prevenção de doenças em larga escala. Essa abordagem da saúde se concentra na saúde da população como um todo, em oposição ao cuidado individual. Ela se baseia na ideia de que as condições de saúde de uma comunidade são influenciadas por fatores sociais, econômicos, ambientais e culturais. Diante desse cenário, tem-se um problema central que orienta esta pesquisa: Como as práticas de atendimento em saúde são moldadas pelas dinâmicas da coletividade em uma região de fronteira? A importância da saúde coletiva reside na capacidade de abordar problemas de saúde em larga escala. Ela envolve a análise de dados epidemiológicos para identificar tendências, a criação de políticas de saúde pública, a promoção de práticas de prevenção e a educação da população sobre hábitos saudáveis. Além disso, a saúde coletiva desempenha um papel fundamental na resposta a surtos de doenças e na gestão de crises de saúde pública. O objetivo geral desta pesquisa é analisar e compreender as práticas de atendimento em saúde em uma região de fronteira, com ênfase nas interações e colaborações entre diferentes atores da coletividade, profissionais de saúde e sistemas de saúde. Utilizou-se metodologia de revisão bibliográfica, concluindo que a saúde coletiva também é essencial para reduzir as disparidades de saúde entre diferentes grupos da sociedade. Ela se concentra em garantir que todos tenham acesso igualitário a serviços de saúde e em abordar as causas subjacentes das desigualdades em saúde.

Palavras-chave: Saúde Coletiva. Práticas de Atendimento em Saúde.


ABSTRACT

Public health plays a crucial role in promoting the well-being of communities and preventing diseases on a large scale. This approach to health focuses on the health of the entire population, as opposed to individual care. It is based on the idea that a community’s health conditions are influenced by social, economic, environmental, and cultural factors. In this context, a central problem guides this research: How are healthcare practices shaped by community dynamics in a border region? The importance of public health lies in its ability to address health issues on a large scale. It involves the analysis of epidemiological data to identify trends, the creation of public health policies, the promotion of prevention practices, and educating the population about healthy habits. Additionally, public health plays a fundamental role in responding to disease outbreaks and managing public health crises. The overall objective of this research is to analyze and understand healthcare practices in a border region, with an emphasis on interactions and collaborations among different community actors, healthcare professionals, and healthcare systems. A literature review methodology was used, concluding that public health is also essential for reducing health disparities among different societal groups. It focuses on ensuring equal access to healthcare services for all and addressing the underlying causes of health inequalities.

Keywords: Public Health. Healthcare Practices.


Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page