top of page

EPILEPSIA NO PERÍODO GRAVIDICO-PUERPERAL: UMA REVISÃO DE LITERATURA


740_Maria_rcmos
.pdf
Download PDF • 299KB
certificado_740_nayara
.pdf
Download PDF • 965KB
certificado_740_rayssa
.pdf
Download PDF • 965KB
certificado_740_amanda
.pdf
Download PDF • 966KB
certificado_740_victor
.pdf
Download PDF • 965KB
certificado_740_gabriely
.pdf
Download PDF • 966KB
certificado_740_maria
.pdf
Download PDF • 965KB

Ano III, v.3, ed. 2, set./ dez. 2023. DOI: 10.51473/ed.al.v3i2.740 | submissão: 09/10/2023 | aceito: 10/10/2023 | publicação: 11/10/2023


EPILEPSIA NO PERÍODO GRAVIDICO-PUERPERAL: UMA REVISÃO DE LITERATURA.


Maria Beatriz Cruz Macedo1; Victor Guilherme Pereira2; Rayssa Louza Cruz3; Nayara Brenda Batista de Lima4; Amanda Regina Florencio do Nascimento5; Gabriely Mayara de Barros Teles6


1Graduanda em Medicina pelo Centro Universitário Santa Maria-UNIFSM.

2Enfermeiro graduado na Faculdade de Saúde e Humanidades Ibituruna (FASI), Montes Claros-MG, Brasil.

3Fisioterapeuta pelo Instituto de Ensino e Pesquisa Objetivo – IEPO, Imperatriz-MA, Brasil.

4Graduanda em Enfermagem pelo Centro Universitário FAMETRO, Manaus-AM, Brasil.

5Graduanda em Medicina pelo Centro Universitário das Américas FAM, SP, Brasil.

6Graduanda em Nutrição pela Universidade Federal do Pará-UFPA, PA, Brasil.


RESUMO

INTRODUÇÃO: A epilepsia é um distúrbio neurológico que afeta quase 3% da população mundial, resultando em tendências contínuas de crises epilépticas, com consequências cognitivas, psicológicas e sociais. A epilepsia é uma doença neurológica comum durante a gravidez, podendo ter efeitos maternos e fetais. OBJETIVO: Analisar as complicações causada pela epilepsia durante a gravidez e seus efeitos na mãe e no feto. METODOLOGIA: Trata-se de revisão integrativa da literatura realizada no mês de agosto de 2023, que se utiliza de uma metodologia exploratória e descritiva (PEREIRA, et al., 2018). Engloba etapas, como, estabelecimento do tema e dos critérios para a seleção das fontes que serão utilizadas, análise de dados, seleção de material temático, interpretação de resultados e apresentação dos aspectos relevantes obtidos com a revisão. Inicialmente, foram pesquisados estudos nas bases de dados eletrônicas: Literatura Latino - Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs) e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (Medline). Inicialmente foram selecionados os seguintes descritores: Epilepsia; Gravidez e Complicações na Gravidez. Utilizando o operador booleano “AND”. RESULTADOS:A epilepsia afeta aproximadamente 0,3% a 0,4% das mulheres grávidas. Além disso, aproximadamente ¼ Mulheres com epilepsia estão em idade fértil. As consequências dessa doença na gestação resultam de riscos inerentes ao tratamento e devido os perigos originados da própria crise convulsiva, provocando complicações para as mulheres e para o feto, como malformações congênitas, distúrbios comportamentais no período neonatal e defeitos morfológicos. CONCLUSÃO: Diante disso, vale ressaltar a importância de prevenir convulsões durante a gravidez. Sendo necessário buscar um equilíbrio entre manejo das crises e os efeitos teratogênico das drogas.

Palavras-chave: epilepsia, gravidez, complicações na gravidez.


ABSTRACT

INTRODUCTION: Epilepsy is a neurological disorder that affects almost 3% of the world’s population, resulting in continuous epileptic seizure tendencies, with cognitive, psychological and social consequences. Epilepsy is a common neurological disease during pregnancy and can have maternal and fetal effects. OBJECTIVE: To analyze the complications caused by epilepsy during pregnancy and its effects on the mother and fetus. METHODOLOGY: This is an integrative literature review carried out in August 2023, using an exploratory and descriptive methodology (PEREIRA, et al., 2018). It includes stages such as establishing the theme and criteria for selecting the sources to be used, data analysis, selection of thematic material, interpretation of results and presentation of the relevant aspects obtained from the review. Initially, studies were searched in the electronic databases: Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences (Lilacs) and Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (Medline). Initially, the following descriptors were selected: Epilepsy; Pregnancy and Pregnancy Complications. Using the Boolean operator “AND”. RESULTS: Epilepsy affects approximately 0.3% to 0.4% of pregnant women. In addition, approximately ¼ of women with epilepsy are of childbearing age. The consequences of this disease in pregnancy result from the risks inherent in treatment and due to the dangers arising from the seizure itself, causing complications for women and the fetus, such as congenital malformations, behavioral disorders in the neonatal period and morphological defects. CONCLUSION: The importance of preventing seizures during pregnancy should be emphasized. It is necessary to seek a balance between seizure management and the teratogenic effects of drugs.

Keywords: epilepsy, pregnancy, pregnancy complications.


Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page