top of page

ESTUDO DE VIABILIDADE TECNICO-ECONÔMICA PARA INSERÇÃO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS E ARMAZENAMENTO...


593-farlei_rcmos
.pdf
Download PDF • 797KB

Ano III, v.3, ed. 1, jan./ jul. 2023. DOI: 10.51473/ed.al.v3i1.593 | submissão: 17/07/2023 | aceito: 18/07/2023 | publicação: 25/07/2023


ESTUDO DE VIABILIDADE TECNICO-ECONÔMICA PARA INSERÇÃO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS E ARMAZENAMENTO DE ENERGIA EM UMA INDUSTRIA BRASILEIRA


José Fárlei Olivera Lima – jose.farlei@hotmail.com

Patrício Rodolfo Impinnisi – rodolfo@lactec.com.br


Resumo

Este trabalho discute uma alternativa metodológica para estudo da redução do custo da energia elétrica em uma empresa do setor industrial brasileiro a partir de uma análise de viabilidade técnico-econômica, a qual depende de fatores como custo dos componentes, legislação e avanços tecnológicos. Estudos recentes mostram que a análise técnico-econômica tem se tornado cada vez mais favorável para o aproveitamento de energias renováveis, especialmente para consumidores residenciais, mas que ainda há desafi os a serem superados no caso de cenários com armazenamento. O estudo analisou a viabilidade técnico-econômica de instalar um sistema híbrido de geração de energia elétrica, composto por painéis fotovoltaicos e armazenamento por baterias, em uma indústria farmacêutica de dispositivos médicos. Foi comparado, aplicando simulação no software Homer Pro, o contrato atual da empresa no mercado livre com outras tarifas da concessionária, e verifi cado que o contrato atual é menos favorável para a instalação do sistema alternativo devido ao custo da energia ser menor que a tarifa da distribuidora. A partir dos resultado foi identifi cada a opção mais viável como sendo um sistema híbrido composto pela rede elétrica com contrato atual com adição de 3.200 kW de energia fotovoltaica instalada e conversor de corrente, e indicado que o sistema é viável tanto técnica quanto economicamente, sem a instalação de sistema de armazenamento. Contudo, o payback simples próximo à 8 anos pode ser considerado longo, o que pode difi cultar sua implantação na prática a depender das políticas de cada empresa. O estudo sugere, a partir do teste de hipóteses baseadas na condição do ‘e se’ pela análise de sensibilidade do software, que com o barateamento das tecnologias de painéis fotovoltaicos, assim como o aumento da eficiência destes e a variabilidade do preço das tarifas de energia, a implantação de microgeração distribuída nas indústrias brasileiras pode ser melhor viabilizada.

Palavras-chave: Geração fotovoltaica, Armazenamento de energia, Tarifação binômia

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page