ARTIGO - O impacto do movimento antivacina na imunização contra o sars-cov-2 no Brasil: uma revisão

INFORMAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS:

RCMOS – Revista Científica Multidisciplinar O Saber. São Paulo – SP ISSN: 2675-9128. São Paulo, ano I, v.1, ed. 12, 2021.

 
270-Material para submissão-793-1-2-20220131
.pdf
Download PDF • 527KB

O impacto do movimento antivacina na imunização contra o sars-cov-2 no Brasil: uma revisão integrativa

The impact of the antivaccine movement on sars-cov-2 immunization in Brazil: an integrative review


Alexsandre Silva de Menezes Junior[1]

João Matheus Pereira Falcão Nunes[2]

Monique Marques de Souza[3]


Submetido em: 19/01/2022

v. 2, n. 1, jan-jun. 2022 Aprovado em: 21/01/2022

Publicado em: 01/02/2022

DOI: 10.51473/rcmos.v2i1.270


Resumo

O presente artigo possui o objetivo de detectar condições que contribuem para a não aceitação da vacinação pela população, bem como expor a importância da adesão à vacinação, principalmente em meio a uma pandemia como a do novo Coronavírus (Sars-Cov-2). Para tal, a metodologia deste trabalho foi realizada a partir de uma pesquisa integrativa da literatura, de cunho qualitativo. Perante os estudos analisados, foi identificado que as fakes news são os principais fatores que dificultam a aprovação da vacinação pela população brasileira. E juntamente a outros fatores como reações vacinais, eficácia não comprovada, elevado número de vacinas e doses, apontam condições que interferem negativamente nas campanhas de vacinação brasileira. Em um momento crítico, como o da pandemia da Covid-19, é de extrema importância a adesão à vacinação para a redução de casos graves, mortes, e erradicação da doença. A população pode garantir o compartilhamento apenas de informações científicas e confiáveis sobre a vacinação, para reduzir notícias falsas que interferem na adesão à vacinação.

Palavras-chave: Infecções por Coronavírus. Movimento contra Vacinação. Saúde Pública.


Abstract

This article aims to detect conditions that contribute to the non-acceptance of vaccination by the population, as well as expose the importance of adherence to vaccination, especially in the midst of a pandemic such as the new Coronavirus (Sars-Cov-2). To this end, the methodology of this study was based on an integrative literature review, qualitative in nature. In view of the studies analyzed, it was identified that fake news are the main factors that hinder the approval of vaccination by the Brazilian population. Together with other factors such as vaccine reactions, unproven efficacy, high number of vaccines and doses, they point to conditions that interfere negatively in Brazilian vaccination campaigns. In a critical moment, such as the Covid-19 pandemic, adherence to vaccination is extremely important for the reduction of severe cases, deaths, and eradication of the disease. The public can ensure that only scientific and reliable information about vaccination is shared, to reduce false news that interfere with vaccination adherence.

Keyword: Coronavirus Infections. Movement against Vaccination. Public Health.

[1] Graduando em Enfermagem pela Faculdade Bezerra de Araújo-RJ; possui graduação em Filosofia pela UCP-RJ, com ênfase em filosofia da educação e integralidade. Especialização em Teologia, com estudos sobre uma ecologia integral e artigos publicados neste campo. Exerce atividade de docência em cursos de humanidades e saúde. E-mail: alexsandrejunior13@yahoo.com.br. [2] Graduado em Biomedicina pela União Metropolitana de Educação e Cultura (UNIME), possui Especialização em Docência no Ensino Superior, é estudante de Mestrado em Gestão em Saúde Pública da Universidad Colúmbia del Paraguay. Atuou como Presidente da Liga Acadêmica de Bioimagem (LABi) e da Liga Acadêmica de Biotecnologia e biologia molecular (LABB), possuindo experiência em organização de eventos, atuando na monitoria destes, suas produções têm ênfase nas áreas de Saúde Pública e Coletiva, Microbiologia, Medicina Tropical e Citopatologia Cérvico-Vaginal. E-mail: joaomt934@gmail.com. [3] Mestranda em Saúde Pública, pela Universidad Columbia del Paraguay; Especialista em Atenção ao Paciente Crítico: Urgência, Emergência e UTI, pelo Centro Universitário Internacional; Especialista em Enfermagem do Trabalho, pela Universidade Cruzeiro do Sul; Especialista em Humanização e Cuidados Paliativos, pelo Centro Universitário Internacional; Graduada em Enfermagem, pela Universidade do Grande Rio – Professor José de Souza Herdy. E-mail: monique_bfr@hotmail.com.

Posts Relacionados

Ver tudo